Nuno Cristo

músico, compositor, construtor de instrumentos

Tenho passado a maior parte da minha vida a aprender sobre instrumentos musicais, como são construídos e como podem ser tocados. Como construtor, tenho a possibilidade de analisar um instrumento dos mais diversos ângulos, tentar compreender todas as suas nuances e descobrir novas maneiras de produzir som. Esta é a fundação da minha actividade como compositor e músico. Junto outra dimensão ao meu trabalho, criando ambientes acústicos para os meus temas e compondo paisagens sonoras, como o tenho feito para o teatro. A minha música repousa nestas sólidas bases de som, construídas a partir de fontes não musicais como o marulho das ondas ou o balido das ovelhas. Gosto também de combinar sons de várias culturas para explorar os intercâmbios históricos e influências inter-culturais de diferentes povos.

Por ser de origem portuguesa, tenho a tendência de tocar instrumentos do mundo lusófono, em que se incluem a rica herança das artes musicais africana, afro-americana, indiana e europeia ocidental. Quanto a influências de artistas e movimentos específicos, celebro o estilo inovador de José Afonso e o revivalismo da música tradicional portuguesa que se seguiu à Revolução dos Cravos em 1974.

Como construtor de instrumentos, sempre me senti fascinado pelos lamelofones africanos. Comecei a tocar mbira dza vadzimu com a ajuda de executantes em Toronto, livros e gravações. Comprei instrumentos de bandas, tais como os Blacks Unlimited de Thomas Mapfumo, e reuni material suficiente para organizar um grupo de mbira.

Existem muitos pontos de contacto entre mbira e a minha origem portuguesa, especialmente pelo facto de ter vivido em Moçambique enquanto jovem. A primeira referência europeia que se conhece deste tipo de instrumento foi escrita por um missionário português no século XVI em Manica, Moçambique. Tocar mbira é um grande prazer e uma maneira de colaborar com músicos locais provenientes do Zimbabué e promover este fabuloso instrumento africano. Tenho gravado muitas composições originais para mbira e versões de canções tradicionais portuguesas utilizando esse instrumento e estou verdadeiramente interessado nos aspectos semelhantes entre mbira e o fado.

home